Provas de ingresso

Num destes dias, em conversa virtual com o fundador do blog, tivemos a oportunidade de falar sobre um pormenor interessante: daqui a pouco tempo, os candidatos a matar (ou engordar, como nos diz um famoso provérbio) os neurónios neste curso a que dão o nome de LEIC terão de provar o seu valor através de exames tão importantes para o que irão fazer no futuro como Biologia e Geologia.

Biologia??? Geologia??? Será que é desta que enlouqueci? Não será outro curso qualquer? Não! Para verem como aqui o Zé não está cá para enganar ninguém, dou-vos um link oficial e fidedigno:

http://nape.ist.utl.pt/acesso/0708/provas.php

Tudo bem, Matemática compreende-se perfeitamente, afinal passamos os dois primeiros anos a ter de levar com certas e determinadas personagens do Departamento de Matemática do IST (agora que falo nisso, a equipa do Drummond foi eliminada do Mundial... falo obviamente da Costa Rica, onde alinham grandes estrelas como... José Porras...). Física e Química também se compreende, dado que em Física I damos coisas como movimentos e termodinâmica, para os quais dá uma certa ajuda ter algumas bases do Secundário... mas Biologia e Geologia?

Bom, como não queremos que ninguém pense que quem decide estas coisas é minimamente incompetente, cá estou eu para esclarecer os fundamentadíssimos motivos pelos quais os alunos de LEIC podem mostrar que têm vocação e talento para a programação, através da demostração do seu profundo conhecimento sobre bicharocos e calhaus.

Porque é que a Biologia é importante? Fácil! Não existem umas coisas bastante famosas no mundo da Informática que são os bugs? Agora digam-me lá se não é essencial a qualquer bom informático saber a que filo pertencem os bugs, como é a sua segmentação, como é o seu sistema respiratório e excretor, e muito mais! Claro que sim!

E a Geologia? Bom, sigam o meu pensamento: se os computadores funcionam, é porque têm memórias. Memórias essas que são implementadas com silício! Portanto, se queremos ter pessoas com competência no manuseamento de memórias, é óbvio que elas têm de saber que o silício, componente essencial nas memórias, é também o segundo elemento mais abundante da face da terra, perfazendo 25,7% do seu peso, e que aparece na argila, feldspato, granito, quartzo e areia, normalmente na forma de dióxido de silício (os meus agradecimentos à Wikipédia por este pedaço de conhecimento totalmente irrelevante para a minha felicidade).

Portanto, tudo tem uma explicação. Agora não andem é para aí a dizer que alguém anda a escolher mal as provas de ingresso para LEIC. Que injustiça que estariam a cometer...

Já agora, falando de alterações futuras em LEIC, uma pergunta de cultura geral. O que é o processo de Bolonha?

a) Isso tem ar de ter a ver com cidades italianas... às tantas mete o Roma... por precaução prefiro não responder...
b) Bolonha... esparguete à Bolonhesa?
c) Algo que ninguém sabe o que é.

Adianto que a resposta correcta é a c.

PS: Já andavam certas pessoas do sexo feminino a dizer que nós não participávamos... alguém tinha de impôr algum respeito... :P
PSD(ou PS Dois): Este post foi uma ocupação deveras interessante entre o estudo de "Introdução aos Sistemas Digitais e Microprocessadores" e "Introdução à Análise em Rn"...

5 conspirações:

  1. Ferreira disse...

    Acho que as três hipóteses estão certas: É uma receita de esparguete do Roma que ninguém sabe exactamente o que é.  

  2. BlondieGirl disse...

    Omg, graças a deus q me candidatei este ano, visto ser só matematica... ainda bem!

    LOL
    é completamente estapafurdio... calhaus e bugs xD

    Continuem :)  

  3. Anónimo disse...

    This is very interesting site...
    » » »  

  4. Anónimo disse...
  5. Anónimo disse...

 

(c) LEIC-X Files 2007 Todos os direitos reservados.