6.55h – Beber mais um café.
7.00h – Dormir um pouco.
7.03h – Acordar. Tempo de vestir, preparar para apanhar o autocarro etc etc etc…
7.10h – Beber mais um café.
7.12h – Sair de casa,
7.13h – Voltar atrás: para quê desligar o computador quando pode ficar a descodificar proteínas ou a fazer download de qualquer coisa?
7.16h – Ver o autocarro ir embora… sem o cromo lá dentro…
7.17h – Desesperar por um autocarro… E pelo próximo café!
7.20h – Entrar no autocarro.
7.21h – Andar à porrada com uma grávida porque ela quer o seu lugar. Mas que merda é esta? Lá por estar grávida não quer dizer que o possa destronar do pouso mais perto da porta!
7.23h – Dormitar um pouco.
7.24h – Desesperar por nunca mais chegar à escola. Já está há quase 12 minutos sem ver um computador!
7.30h – Chegar à escola.
7.32h – Delirar por ser o primeiro a chegar à sala.
7.34h – Coçar os tomates.
7.34.23 segundos – Aperceber-se que deixou os tomates no útero da mãe antes de nascer.
7.35h – Reflectir sobre o facto de não ter tomates.
7.47h – Chegar à conclusão (a mesma todos os dias) que se tivesse tomates seria de facto o ser mais perfeito à face da Terra e que então é melhor nem pensar em tê-los, pois seria injusto para o Bill e para o Linus…
7.48h – Ver o primeiro colega chegar. “Tss aspirante a cromo” pensa. Fazer de conta que é uma planta para não ter de o cumprimentar.
7.49h – Cai-lhe uma folha.
7.50h – Simula que baloiça ao vento…
7.59h – O átrio está apinhado. Já não há a necessidade de se esconder. Perfeito. Tempo de tirar o PDA e apontar o pensamento do dia: “Ser bom… Mas nunca melhor que o senhor do pinguim.”
8.07h – Chega o prof.
8.27h – Chego eu.
8.35h – O cromo tem um orgasmo mental a imaginar uma hash table a acasalar com uma RB Tree.
8.37h – O cromo congratula-se pelo facto do esperma mental não ter cheiro, cor e não ser visível.
8.39h – Vê-se um pouco de esperma mental sair pelas orelhas do cromo. O pânico instala-se.
8.41h – O prof esboça um sorriso na cara do cromo e fica feliz por haver gente ainda pior que ele.
9.00h – A turma inteira sai da sala a chorar a rir. A zona dos ombros da camisola do cromo está meio esbranquiçada e com um cheiro esquisito.
(…)
12.00h – Fim do horário das aulas.
12.01h – O cromo chora desesperadamente… As aulas não podem acabar assim! Cromo procura saber se pode inscrever-se em mais cadeiras.
12.07h – A sra da Secretaria pergunta ao cromo se ele quer comprar um sofá velho que ela tem lá em casa. O cromo não acha piada e volta a insistir no facto de querer mais cadeiras.
12.08h – A sra da Secretaria expulsa o cromo ao biqueiro e proferindo diversos insultos que atingem não só a mãe do cromo, como o próprio cromo, o pai do cromo, o excremento (no geral) e a vida do cromo.
12.09h – Cromo responde à altura: 1) tá-se bem a cagar prá mãe dele, 2) tá-se bem a cagar pra si, 3) tá-se bem a cagar pró seu pai, 4) tá-se bem a cagar pró excremento e 5) não tem vida, logo não se pode falar acerca disso.
12.10h – A sra da Secretaria chama o moçambicano que a anda a comer e pede-lhe para ele falar com o cromo.
12.55h – O cromo dá entrada no hospital com várias traumas e traumatismos, incluindo rectais, torácicos e cranianos.
13.10h – Cromo recebe uma terrível notícia: vão ter de lhe amputar uma nádega.
13.11h – Cromo chora: nunca mais vai poder sentar-se numa posição ergonomicamente mais confortável.
13.12h – Cromo toma noção que não vai poder mais programar, por não se poder sentar.
13.13h – Tenta enforcar-se com o cabo de um rato que costuma sempre trazer consigo (não vá o diabo tecê-las…)
13.14h – O cabo parte-se, o cromo aleija-se… o cromo desespera…
13.18h – Após prolongada reflexão, o cromo tenta a auto-mutilação.
13.19h – O cromo apercebe-se que não tem nada de importante para mutilar…
13.20h – Cromo berra desesperadamente por um café…
(…)
18.00h – A sra da Secretaria vai visitar o cromo.
18.01h – Ela mostra arrependimento.
18.02h – O cromo não mostra arrependimento…
18.03h – O moçambicano entra na sala…
(…)
23.00h – O moçambicano e o cromo adormecem juntinhos… A sra da Secretaria vai para casa em lágrimas e faz as pazes com o marido.

P.S.: Peço desculpa pelo timing deste post, mas... Estou há 2 meses com net de 56kb, portanto não foi possível antes.

5 conspirações:

  1. Ferreira disse...

    "7.49h – Cai-lhe uma folha."

    Como é que o gajo faz isto?  

  2. shutkski disse...

    Meu amigo, DirectX 10  

  3. caloirinha disse...

    Continuas brutal.

    Quase tenho pena dos cromos.  

  4. cArLiTs disse...

    LOOOOOOOOOOOOL

    Mt bom, como sempre! é o Regresso em força! =:D  

  5. iNez disse...

    Lolol.
    Mais vale tarde k nunca :P Muito bom post e por alguns instantes notei semelhanças com alguns cromos conhecidos..

    Jinhos *iNez*  


 

(c) LEIC-X Files 2007 Todos os direitos reservados.